Post Top Ad

Orquídeas, para muitos, uma paixão


Essa é a orquídea Sumaré, que inclusive deu nome à cidade Sumaré do interior de SP por ter em abundância na região. 

Além de embelezar o seu Jardim, a orquídea Sumaré é uma flor com propriedades medicinais tendo efeito cicatrizante e também é anti-inflamatória, explica a botânica Maria Marta de Moraes, do Jardim Botânico do Rio de Janeiro.

Tem muitas pessoas que são apaixonadas por orquídeas porque além da sua beleza, são flores versáteis graças a uma estrutura chamada coluna – que não é nada parecida com uma coluna vertebral. Ela é uma junção dos aparelhos reprodutores masculino e feminino e sua presença torna mais fácil a reprodução das orquídeas.

Assim, até o homem pode fazer cruzamentos entre espécies de maneira simples. O resultado é uma diversidade enorme. “Além de existir uma imensa variedade de orquídeas na natureza, cerca de 30 mil espécies, existem milhares de híbridos (cruzamentos feitos pelo homem)”, explica Maria Marta. “Talvez por isso elas sejam tão fascinantes”.

Se você quer cultivar uma orquídea, saiba que não é difícil cuidar dessa flor. Um detalhe importante é tentar reproduzir o ambiente em que elas vivem naturalmente, ou seja, presas nos galhos das árvores.

Maria Marta dá a dica: “A melhor forma de cultivar a maioria das orquídeas é amarrando numa árvore. Se for deixar num vaso, o melhor é o de barro, com muitos buracos. É essencial substituir a terra por um substrato bem grosso que deixe passar o ar – pedaços de casca de pinheiro, por exemplo. As raízes devem ficar livres para se fixar na borda do vaso”.




Comentários e pesquisa: Fabiana Martins
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário

Post Top Ad

Visite nosso Instagram