Post Top Ad

fevereiro 24, 2024

Molho Romesco: Um toque do mediterrâneo na sua cozinha

por , em
Originário da região da Catalunha, na Espanha, o Molho Romesco é uma preciosidade gastronômica que conquistou paladares ao redor do mundo. Sua história remonta aos pescadores da costa de Tarragona, na qual preparavam esse molho como acompanhamento para peixes frescos. Com o passar dos anos, o Molho Romesco transcendeu as fronteiras locais e tornou-se um elemento essencial na culinária mediterrânea.
Molho Romesco: Um toque do mediterrâneo na sua cozinha
O que torna o Molho Romesco verdadeiramente especial, é a sua combinação única de ingredientes simples e frescos, que ao se unirem, criam uma verdadeira explosão de sabor. Feito com tomates, pimentões, amêndoas, um toque de alho e especiarias, esse molho ainda oferece diversos benefícios para a saúde, como por exemplo, as amêndoas com as gorduras saudáveis ​​e os tomates/pimentões com os antioxidantes e vitaminas essenciais, ou seja, essa combinação nutritiva que não só agrada ao paladar, mas também nutre o corpo, tornando-se assim, uma escolha inteligente para uma alimentação equilibrada.

Molho Romesco
Um toque do mediterrâneo na sua cozinha
Receita Molho Romesco
E embora o Molho Romesco e o Muhammara compartilhem algumas semelhanças em termos de sabor e textura, há distinções importantes que os tornam únicos. O Molho Romesco, por exemplo, é originário da região da Catalunha, na Espanha e é feito tradicionalmente com ingredientes citados acima. Já o Muhammara (veja aqui uma receita bem legal), tem suas raízes na culinária do Oriente Médio (especialmente na Síria) e é feito principalmente com pimentões vermelhos assados, nozes, azeite, suco de limão e uma variedade de especiarias, como o cominho, a pimenta e a páprica. Mas em ambas as receitas, o resultado é uma mistura rica em sabor, com um toque de doçura dos pimentões assados ​​e um leve calor das especiarias.

Para fazer o Molho Romesco você vai precisar de:
4 Tomates Italianos
2 Pimentões Amarelos (tradicionalmente são usados os vermelhos)
1/2 xícara de Amêndoas
1/4 de colher de chá de Pimenta Caiena
1/2 de colher de chá de Sal
5 colheres de sopa de Azeite de Oliva
1 colher de sopa de Vinagre de Vinho Tinto
5 ramos de Tomilho fresco
1 dente de Alho

Preparo:
Em forno previamente aquecido, deixe as amêndoas aquecerem por uns 5 minutos, pois isso vai ressaltar o seu sabor e as deixarão mais crocantes. Após fazer essa pequena torra, pique-as grosseiramente e reserve. Agora, corte cada tomate em 4 partes, tire as pontinhas mais rígidas e coloque-os em uma forma, temperando apenas com o sal (à gosto), fios de azeite de oliva e ramos de tomilho. Leve-os para o forno pré-aquecido por 20 minutos ou até eles caramelizarem.
fevereiro 15, 2024

Chai Indiano: Uma Viagem Aromática pelo Mundo das Especiarias

por , em

Imagine pegar uma xícara que está imbuída de uma fragrância celestial e que transcende as fronteiras do simples ato de saborear uma bebida. Pensou? Pois é... aqui estamos falando do clássico e atemporal Chai Indiano, que além de possuir um perfume caloroso e reconfortante, emana uma combinação harmoniosa de especiarias, chá preto e leite, ou seja, é uma bebida que tem o poder mágico de enaltecer os sentidos, onde cada gole cria uma atmosfera de puro deleite e bem-estar.
Receita de Chai Indiano
Originário da região do Sul da Ásia, o Chai é uma infusão aromática que tem suas raízes profundamente entrelaçadas na rica tradição cultural da Índia. Inclusive, a palavra "Chai" significa Chá em hindi. Mas não se engane, o Chai é muito mais do que uma mistura de chá, pois devido a sua complexidade e combinação de ingredientes/especiarias, isso sem falar da adição do leite, é uma bebida de sabor exótico e reconfortante.
Chai Indiano: Uma Viagem Aromática pelo Mundo das Especiarias
E além de seu sabor distinto, o Chai também tem suas próprias tradições sociais. Na Índia, por exemplo, o ato de preparar e compartilhar o Chai é considerado uma expressão de hospitalidade e uma oportunidade para a comunidade se reunir. Tanto é que é comum ver vendedores de Chai nas ruas indianas, preparando não só a bebida em grandes panelas e servindo-a em pequenos copos de papel, mas proporcionando um momento de pausa e relaxamento para quem passa. E você que está passando por aqui, pegue a caneta, assista ao vídeo abaixo e anote o passo a passo para recriar essa incrível bebida aí na sua casa.

Chai Indiano
Uma Viagem Aromática pelo Mundo das Especiarias


Para a nossa versão do Chai você vai precisar de:
2 xícaras de Água
1 xícara de Leite
1 colher de (chá) de Chá Preto ou 1 saquinho
1/2 colher de (chá) de Gengibre em Pó
4 pequenas lascas de Canela em Pau
3 Cravos da Índia
1 Anis Estrelado
Noz Moscada à gosto
Mel à gosto

Preparo:
Em uma caçarola adicione todos os ingredientes (menos a noz moscada e o mel) e mexa suavemente até começar a levantar fervura. Desligue e abafe por uns 5 minutos (esse tempo é suficiente para a bebida aderir todos os sabores e aromas). Coe e após servir na xícara, coloque a quantidade de Mel desejada (aqui indicamos duas colherzinhas por xícara), finalize com raspas de noz moscada e para dar um charme, decore com 1 anis estrelado.
Chai Indiano harmonizado com Pão Low Carb e Geleia de Uva com Chia
E vale a pena destacar que o Chai se adaptou e evoluiu ao longo do tempo, ganhando variações regionais e interpretações contemporâneas, mas em todas as versões, as especiarias são de fato as grandes estrelas do show. Veja só:
fevereiro 10, 2024

Café Coado e Cookie Sensação: Um dueto de Sabor e Prazer!

por , em
Originário das tradições brasileiras, o Café feito no Coador de Pano tornou-se um ícone da nossa cultura. Com sua tradição enraizada principalmente nas fazendas de café, mais precisamente nas cozinhas de fogão à lenha, o Coador de Pano traz consigo uma conexão única com a terra e com os ritmos da natureza, refletindo não somente a essência pura e autêntica do Café, mas oferecendo um método de preparo que vai muito além da simples extração.
Receita clássica de Café Coado e Cookie Sensação
E num mundo movimentado, onde cada instante é uma oportunidade para pausar e apreciar as pequenas alegrias da vida, o ritual do Café se destaca como um momento de tranquilidade e deleite. E ao escolher o Coador de Pano como instrumento de preparo, abraçamos não apenas uma técnica, mas também uma tradição que nos transporta para tempos passados, onde a simplicidade e a qualidade eram as principais preocupações. Neste contexto, a harmonização do Café Coado com o irresistível Cookie Sensação não é apenas uma combinação de sabores, mas sim uma celebração dos prazeres simples e genuínos da vida.
Receita de Café Coado no Coador de Pano
Só para você ter uma ideia, ao harmonizarmos o Café, preparado com carinho no tradicional coador de pano, com o saboroso Cookie Sensação, trazemos para o momento uma experiência prazerosa e super aconchegante. Aqui, não tenha dúvidas, o aroma sedutor do café recém preparado dança delicadamente pelo ar, enquanto os sabores sutis e profundos se misturam na xícara, criando uma sinfonia de notas que acariciam os sentidos. E ao lado, claro, o Cookie Sensação, que com sua textura crocante por fora e macia por dentro, oferece um contraponto perfeito para o café, proporcionando uma explosão de sabores que complementam e, como já é de esperar dos bons alimentos, elevam um ao outro.
Receita Cookie Sensação
E nesse cenário de tranquilidade e amorosidade, te convidamos a embarcar em mais uma jornada sensorial, onde cada gole, cada mordida, são uma celebração aos pequenos prazeres que a vida nos tem a oferecer. E aí... Bora recriar essa maravilha na sua casa? Então aperte o play e delicie-se com a gente! 😉

Café Coado e Cookie Sensação
Um dueto de Sabor e Prazer!
Originário das cozinhas caseiras, o Cookie é um clássico da confeitaria que conquistou corações ao redor do mundo com sua combinação única de crocância e maciez. E aqui, por exemplo, o Cookie Sensação não é apenas um belo acompanhamento para o café, mas sim uma estrela por si só. Seu diferencial, sim, reside na simplicidade de sua preparação e na complexidade de seus sabores, que além de evocar memórias de momentos compartilhados em torno da mesa, cada mordida desafia as barreiras do tempo, tornando-o um clássico atemporal e perfeito para ser apreciado a qualquer momento.

Para fazer a massa você vai precisar de:
180g de Farinha de Trigo
110g de Manteiga sem Sal
100g de Chocolate em Lascas
180g de Açúcar
1/2 colher de sobremesa de Bicarbonato de Sódio
1/4 colher de sobremesa de Fermento em Pó
1 pitada de Sal
1 Ovo

Para o recheio você vai precisar de:
Geleia de Morango

Preparo:
Misture a manteiga e o açúcar. Adicione o ovo e misture bem. Acrescente os demais ingredientes e misture novamente. Reserve a massa na geladeira por 30 minutos. Após retirar a massa da geladeira (o que a deixará mais firme), com uma colher separe uma porção, abra ela com os dedos, adicione em seu centro um pouco de Geleia de Morango e feche formando uma bolinha. Posicione cada bolinha na forma com papel manteiga, mas lembre-se de deixar um espaço entre as bolinhas na forma, pois ao assar, elas irão se espalhar. Finalize com lascas de chocolate e leve para assar em forno (180º) por 13 minutos. Retire, deixe esfriar e sirva em seguida.
fevereiro 02, 2024

Negroni de Steinhaeger: Quando a tradição Alemã encontra o charme Italiano

por , em
No mundo dos coquetéis, poucos conseguem rivalizar com a sofisticação e a atemporalidade do drink Negroni. Esta obra-prima, nascida nos bares requintados da Itália, é uma melodia equilibrada de Gin, Vermute e Campari, resultando em uma experiência que transcende o simples ato de beber.

Criado por volta de 1919 por Conde Camillo Negroni, uma figura real e um nobre italiano conhecido por sua preferência por coquetéis fortes, o Negroni ecoa o refinamento da Belle Époque e representa a combinação perfeita de doçura, amargor e herbalidade. Inclusive, a lenda diz que o Conde Negroni frequentava o Caffè Casoni, um estabelecimento popular em Florença. Ele costumava pedir o "Americano", um coquetel feito com Campari, vermute e água com gás. No entanto, o Conde Negroni queria algo mais robusto e direto, então pediu ao bartender, Fosco Scarselli, para fortalecer sua bebida. Sendo assim, Scarselli substituiu a água com gás por gin e acrescentou uma fatia de laranja para decorar. Assim nasceu o inesquecível Negroni, uma variação mais forte e complexa do Americano.
Negroni de Steinhaeger: Quando a tradição Alemã encontra o charme Italiano
E assim como acontece com inúmeros drinks e cocktails ao redor do mundo, a possibilidade de releituras e interpretações do Negroni é um convite à criatividade e à inovação na coquetelaria. O Negroni, com sua receita clássica, oferece uma base sólida e equilibrada para experimentações. A natureza simples, porém robusta, dos ingredientes principais, abre espaço para uma ampla variedade de interpretações, permitindo que bartenders e entusiastas explorem novos sabores e combinações. E aqui, em especial, te convidamos a substituir o Gin pelo Steinhaeger, o precursor do Gin e que é elaborado a partir de grãos de centeio infundido com zimbro, ou seja, um destilado atemporal que além de ser um tributo à tradição, cada gole é uma celebração da maestria da destilação.

Negroni de Steinhaeger
Quando a tradição Alemã encontra o charme Italiano

Ingredientes:
50ml de Steinhaeger
50ml de Rot Bitter
50ml de Vermouth Rosso

Método: Mexido
Guarnição: Fatia de Laranja Desidratada
Copo: Baixo
Gelo: Cubos

Preparo:
Misture todos os ingredientes em um mixing glass e sirva coado em copo baixo. Decore com casca de laranja desidratada.
Agora, após conhecer o passo a passo dessa bela receita, nada melhor do que conhecer os segredos que compõem essa reinvenção magistral. Neste sentido, apresentamos abaixo os melhores ingredientes para você recriar essa maravilha com grande estilo aí na sua casa.

Steinhaeger
Destilaria Doble W
Originário das terras alemãs, o Steinhaeger emerge como um destilado de caráter único, entrelaçando séculos de tradição e maestria. Este precioso líquido tem suas raízes fincadas no solo da Alemanha, onde os mestres destiladores, habilidosos artesãos da alquimia líquida, dão vida a uma bebida que transcende o comum.

Curiosamente, o nome "Steinhaeger" tem uma origem peculiar. Derivado da cidade de Steinhagen, na região alemã de Westfália, este destilado tem sua essência entrelaçada com a história local. Ao longo dos séculos, o Steinhaeger tornou-se uma tradição, ou melhor, uma herança que ressoa com os aromas das florestas alemãs e as nuances da destilação artesanal. E além de sua rica história, o Steinhaeger traz consigo uma série de diferenciais que o destacam no mundo da destilação. Sua pureza cristalina e a intensidade de seus sabores tornam-no não apenas um ótimo destilado, mas uma experiência única e agradável.
Então seja apreciado puro, em coquetéis clássicos ou, como nesta releitura do Negroni, o Steinhaeger adiciona uma camada de complexidade e notas que enriquecem prazerosamente cada gole.

Post Top Ad