Post Top Ad

Um Dia de Gula com Dadinho e Cinema

Olá pessoas, estou de volta para mais um texto, mas dessa vez venho com um texto completamente diferente de tudo que eu já fiz por aqui. Eu fui convidado pela Revista Neoo, em parceria com a Dadinho, para ter um dia de Gula, com as delícias Dadinho.
7 Pecados Capitais
"Hey Willian, você não tem interesse em tirar um dia para não fazer nada, comer como um louco e assistir tv?", me perguntaram.

Mas é claro que a minha resposta foi sim! Afinal, comilança e televisão são palavras que funcionam muito bem em uma mesma frase.

Então eu vesti a minha persona preguiçosa e despreocupada, deixei minha dieta de lado e tirei um grandioso dia de gula com várias guloseimas Dadinho.
Dadinho
Eu tive muita dúvida para escolher o que assistir, já que as opções são tantas e apenas um dia não é o suficiente para tanto. Por fim eu decidi fazer uma viagem para trás no tempo, começando com um filme de 2019, e voltando de 10 em 10 anos, com um filme de 2009, 1999 e 1989.

O primeiro filme foi uma luta de encontrar, por que teria que ser um filme lançado em 2019 e que já estivesse disponível para eu assistir em casa. Pelo jeito, teria que ser um filme da Netflix. Depois de um pouco de procura, encontrei um filme chamado Lionheart, do qual nunca tinha ouvido falar e não sabia o que esperar. Assisti mesmo assim.

Lionhart (2019)
Lionheart
Lioheart é o primeiro filme dirigido pela Genevieve Nnaji, uma atriz (e agora diretora) nigeriana. O filme conta a história de Adaeze (interpretada pela própria Genevieve Nnaji), a diretora de operações de uma empresa de transportes e filha do dono da empresa.

Logo no começo do filme, o pai se descobre doente e Adaeze deve assumir o controle da empresa junto com seu tio. Eles descobrem que a empresa está endividada e que um rival quer comprá-la. Nesse cenário, Adaeze, que é super competente, precisa aprender a lidar com suas fraquezas, mas sem deixar de atuar com a sua própria força.

O filme, do qual eu não esperava nada, é muito bom e me surpreendeu. O roteiro tem uns momentos bobos, mas, no geral, a história funciona bem e tem momentos bem interessantes. O legal é que o filme se passa na Nigéria e se orgulha disso em sua estética e na sua narrativa. No meio do filme, têm momentos onde as coisas se resolvem por que alguns personagens sabem falar algum dialeto em específico. Para nós, isso pode não significar tanto, mas imagino que tenha um valor simbólico muito grande para quem entende a história do país e as questões étnicas envolvidas.

Também é muito legal ver empresários fazendo negócios com trajes cerimoniais, batas, colares e todas essas coisas que a cultura africana faz questão de preservar. Para a nossa visão ocidental, um mundo onde o poder não reside apenas em homens de terno, é sempre um diferencial bacana.
Lionheart
Por outro lado, a coisa que mais me chamou a atenção no filme, foi uma personagem secundária que tem pouca importância na narrativa, mas está ali, sempre presente. A Adaeze tem uma secretária, e a forma como essa menina olha e idolatra a chefe com os olhos é incrível! Essa personagem é um exemplo do que queremos dizer quando falamos que representatividade importa e que referências são importantes. Adaeze é uma executiva sensacional, uma mulher incrível e isso a torna uma inspiração para a moça mais jovem. Por isso a relação entre as duas é muito legal.

Lionheart é um filme bem legal e, infelizmente, não vejo ninguém falando nele.
Recomendo bastante.

Trailer

Coraline (2009)
Coraline
Depois fui ver um filme de 2009. Resolvi assistir Coraline, um clássico moderno que eu ainda não tinha assistido. Então decidi corrigir essa falha no meu caráter.

Coraline é uma animação em stop motion baseado em um livro homônimo do Neil Gaiman (Sandman, Lugar Nenhum). O filme conta a história de Coraline (não Caroline), uma garota que acabou de se mudar para uma casa nova, onde encontra uma porta que a leva para um mundo 'paralelo', onde seus pais e seus vizinhos são mais interessantes do que no mundo real. Porém, existe algo sinistro nesse mundo e em seus 'outros pais'.

Não vou falar tanto sobre esse filme, por que é um filme que muita gente já conhece. O legal de Coraline é que, mesmo sendo em stop motion e sendo bem fofinho, o filme consegue ser bem sinistro e assustador quando quer ser. Tem um ar meio gótico e lúgubre em algumas partes e o vilão é um monstrão bem terrível mesmo. Eu entendo que exista gente que tem medo real desse filme.

Coraline é um baita filme legal e eu já deveria ter assistido antes. Finalmente consegui parar para ver essa baita obra de animação. E eu adoro Stop Morion de todo o meu coração.

Trailer

Depois disso eu fui fazer um café, e aqui eu deixo uma dica. Se você bebe café sem açúcar, como eu, ele se torna um acompanhamento excelente para doces, por que rebate o excesso de açúcar. Fica muito bom, especialmente com o Waffer Dadinho que é gostoso pra caramba!
Dadinho

Clube da Luta (1999)
Clube da Luta
1999 foi um ano complexo para escolher um filme. Eu fiquei com muita vontade de re-assistir Matrix, mas preferi rever meu queridinho Clube da Luta. Primeiro por que eu adoro esse filme, e segundo por que eu acabei de Comprar Clube da Luta 2 (é um quadrinho) e precisava rever o filme (ou reler o livro) de qualquer forma.

Clube da Luta não é um filme de luta! O filme é adaptação de um livro homônimo de Chuck Palahniuk e, assim como todos os livros dele, trata de gente quebrada, tentando se encontrar no mundo, enlouquecendo e fazendo coisas completamente absurdas.

Em Clube da Luta, a gente tem um cara com insônia que descobre que consegue dormir quando visita grupos de apoio para pessoas com doenças graves. Depois, ele conhece um maluco chamado Tyler Durden e juntos eles criam o Clube da Luta, um lugar onde homens vão para se libertar. A estrutura do Clube da Luta cresce rápido e algo chamado Projeto Destruição surge e daí para frente é só loucura.

O filme fala sobre como nossa sociedade é quebrada e como as pessoas não sabem lidar com seus próprios problemas. É uma crítica à criação moderna de pessoas que se acham especiais e uma ode à autodestruição, que é a única saída quando se descobre que ninguém é especial.

Não vou falar muito porque é um clássico, mas se quiser saber mais, eu resenhei o livro há pouco tempo atrás.

Clube da Luta é um filme que transita entre o Cult e o Pop e, quase com certeza, você já ouviu alguma referência sobre ele por aí. Se você já conhece o filme, procure o livro para ler, e se não conhece, assista ao filme. É um muito interessante e tem um plot twist incrível no final.

É um filme obrigatório.

Trailer

Sociedade dos Poetas Mortos (1989)
Filmes Clássicos
Sociedade dos Poetas Mortos é um filme que eu já conhecia, mas não lembro se eu já tinha assistido inteiro. É possível que eu tenha visto quando muito jovem e, por isso, não me lembrava de quase nada desse filme que tem um status de clássico, especialmente por ter passado muito na Globo.

O filme conta a história de um grupo de garotos em um conservatório e como suas vidas mudam quando um novo professor de poesia chega à escola com ideias revolucionárias e fora da casinha. Os moleques vão desenvolvendo um senso critico mais apurado e crescendo mais em suas personalidades, se livrando das amarras conservadores que os cercam. Tudo vai bem e os garotos se unem mais e se tornam pessoas mais complexas, até que uma merda enorme acontece, afinal, estamos falando de um conservatório.

Esse filme tem 30 anos e é bem provável que você já conheça. Se não conhece, é um filme que eu recomendo por conta do final. O começo é meio chatinho e eu não acho o professor tão legal assim, como algumas pessoas gostam de dizer. É um bom filme, mas fez um pouco de mal para o mundo, por colocar o termo Carpe Diem na boca do povo.

Trailer

Depois disso, ainda tinham alguns bombons e alguns dadinhos, então eu assisti uns dois episódios de Hilda, um desenho animado bem fofinho da Netflix.
Hilda
Hilda é um desenho infantil, mas é bem gostoso de assistir. Para saber mais, leia minha resenha sobre ele.

Trailer

Então esse foi meu dia de gula, com 4 filmes, desenhos animados, muito café e altos doces Dadinho. Aproveitei para rever um filme que eu já gosto, dois filmes que eu queria ver e um filme aleatório que me surpreendeu bastante.
Dadinho
Adorei essa experiência deliciosa e mal posso esperar pelo Dia da Gula de 2020.

E você, o que vai fazer hoje nesse Dia de Gula? Conta aí.

Um abraço.
Revista Nós e outros Olhos
Artigo
Willian Vulto
Um grande conhecedor do mundo das artes, filmes, games, literatura, quadrinhos e muito mais... Willian Vulto dirige o site de arte e entretenimento "Lugar Nenhum", local onde poderá conferir as novidades deste segmento com grande criatividade e exclusividade.

Crédito de Conteúdo: Revista Neoo
Imagens Dadinho: Revista Neoo
Imagens Filmes: Google/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário

Post Top Ad

Visite nosso Instagram