Post Top Ad

Arte Digital - Um Tour pelas Artes, parte 11

Olá pessoas, eu sou Willian Vulto e hoje é (do que pode ser) o último dos meus posts sobre as formas de arte. Semana passada eu falei sobre Videogames (Veja Mais) e essa semana eu vou tentar falar de Arte Digital.

Esse vai ser o texto mais difícil para mim e o motivo disso é muito simples. Eu não sei exatamente o que é Arte Digital. Por mais que o nome pareça dar um significado óbvio, existe uma complexidade aí.
Você pode dizer: "Ora, Arte Digital é qualquer arte feita em ambiente digital. Não é óbvio?". Mas qual é o diferencial dessa forma de arte para que ela mereça ser chamada de décima primeira arte? É isso que eu vou tentar entender enquanto escrevo esse texto.

Imagine um ilustrador, desenhando no papel. Ele é um pintor (está no campo da pintura). Agora imagine que esse ilustrador faz o acabamento no photoshop, ele deixa de ser um ilustrador para se tornar um artista digital? Me parece que não. O mesmo vale para músicas masterizadas, ebooks, web comics, fotografia digital e os próprios videogames, que só existem no ambiente digital.

Então, se hoje tudo recebe tratamento digital, o que é arte digital?

A meu ver, só merece o rótulo de Arte Digital, obras onde se destaquem elementos digitais ou virtuais. Por elementos virtuais, eu estou falando de elementos que não fazem sentido fora do universo digital, ou seja elementos discretos.

Na matemática, nós chamamos de discretas, grandezas que não são contínuas, ou seja, elementos onde os valores podem dar saltos, sem passar por valores intermediários. Não existe 1,5 pessoas, o valor salta de 1, para 2. Não existe meio termo. Então quantidade de pessoas é uma grandeza discreta.

Tudo que é digital é binário, logo é discreto. Então, na minha definição pessoal, arte digital precisa ser basicamente discreta. Uma música feita com sons gerados artificialmente, ilustrações feitas com algoritmos, pinturas com formas geométricas, animações digitais, modelagem 3d, são alguns exemplos de arte digital.

É claro que isso é tudo um purismo da minha parte. Na prática, várias obras transitam livremente entre várias formas de arte e toda essa discussão técnica não vale de absolutamente nada.

Depois de toda essa baboseira que eu falei, é interessante notar que existe uma sutileza na hora de chamar uma obra como arte digital. O título, arte digital, surge como um elemento narrativo na própria construção da obra. Existem opções demais para se produzir arte, mas o artista se desafia a produzir com uma série de limitações autoimpostas. Isso pode parecer abstrato demais, mas eu vou dar um exemplo:

Existe uma música chamada Gates of Hell, feita apenas com sons do Windows. Claramente é uma obra de arte digital. Mas a questão aqui é outra. É claro que o artista que fez essa música tinha acesso a outros sons, mas se desafiou a fazer a música com essa limitação técnica que ele mesmo criou. É o que eu costumo chamar de "obra com historinha".

E o que eu quero dizer com isso? O selo "Isso é arte digital", aparece como um selo de desafio pessoal por parte dos artistas. É como se fosse um selo de "Arte com limitações".

Então, para encerrar, arte digital é sobre o desafio pessoal de produzir com menos ferramentas, em uma época onde a tecnologia nos dá muitas ferramentas. É um culto à limitação, mas no ambiente digital, um espaço que normalmente significa liberdade e facilidade.

Então, a arte digital é a arte de subverter o "torne sua vida mais fácil" e abraçar a dificuldade.

INDICAÇÕES

Gates of Hell
Que eu citei no texto e é uma música feita com sons do windows

Wall Queries
Com murais feitos de imagens coletadas no google

random-art.org 
É um site onde você pode criar um desenho aleatório e votar em artes aleatórias das pessoas

Manfred Mohr
É um cara que gera artes com algoritmos

eBoy
É um pixel artist que faz uns trabalhos gigantescos e cheios de detalhes

Por hoje é só.
Espero que tenha gostado.
Continuo esse tour pelas Artes no especial que estou preparando para semana que vem. 
Até lá

Artigo
Willian Vulto
Um grande conhecedor do mundo das artes, filmes, games, literatura, quadrinhos e muito mais... Willian Vulto dirige o site de arte e entretenimento "Lugar Nenhum", local onde poderá conferir as novidades deste segmento com grande criatividade e exclusividade.

Acesse: lugarnenhum.net

Imagens: Google
Imagem de capa: Willian Vultu

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário

Post Top Ad

Visite nosso Instagram