Post Top Ad

Uma delícia de pessoa... Louise Bourgeois



Louise Bourgeois morreu em 31.05.2010 no Beth Israel Medical Center em Manhattan, Nova Iorque, aos 98 anos. Uma fortíssima influência sobre várias gerações de artistas, Bourgeois era uma referência na escultura em vários materiais: madeira, aço, pedra ou borracha. Os temas: fortes.



Os temas da sexualidade, a agressividade e o foco no corpo humano e nas questões de protecção eram essenciais no seu trabalho. "Maman", as aranhas de 1999, estarão entre as suas obras mais conhecidas, a par de “Nature Study” (1984) ou “Fillette” (1968). "Maman" representava a sua mãe, dizia.



Bourgeois nasceu a 25 de Dezembro de 1911 em Paris. Estudou matemática na Sorbonne e artes na École du Louvre e na École des Beaux-Arts. Durante esse período foi assistente do cubista Fernand Léger.



Chega aos Estados Unidos no final da década de 1930 e continua a estudar artes em Nova Iorque, cidade que nunca mais abandonaria. Conhecida pelas suas esculturas abstractas e expressionistas, dizia que o seu trabalho surge em resposta a emoções, sobretudo a fúria para com o passado e presente, lê-se no "New York Times" em 2008, a propósito da retrospectiva do seu trabalho que passou pelo Museu Guggenheim.





Post Top Ad

Visite nosso Instagram